Archive for julho \24\UTC 2017

Entre nós e 2018 há um abismo:Juarez Guimarães

Leonardo Boff

Juarez Guimarãesé um cientista político da UFMG extremamente arguto. Discreto e sem alardear suas interpretações, é alguém que possui um olhar crítico e certeiro sobre o que está ocorrendo no Brasil como reflexo do que está se passando no mundo: uma contrarevolução neoliberal. Estando em Porto Alegre deu, recentemente, uma entrevista a Marco Weissheimer e publicada no Sul21. Vamos reproduzi-la porque nos entrega dados de análise novos, quase sempre ausentes nos comentadores políticos conhecidos nos vários medios de comunicação. Ele alarga nosso horizonte de compreensão e nos sugere que estamos face a uma mudança de paradigma civilizatório com respeito ao tipo de sociedade que está surgindo, que anula as clássicas conquistas democráticas da cidadanis para em seu lugar colocar um estado de exepcionalidade, onde a Constituição e a soberania popular pouco contam. O cenário que nos desenha é preocupante. Mas devemos tomar consciência dos novos rumos que está tomando…

Ver o post original 3.323 mais palavras

Anúncios

Fora, Meireles: o inimigo do povo! Samuel Pinheiro Guimarães

Leonardo Boff

                                     Fora, Meireles: o inimigo do povo!

Samuel Pinheiro Guimarães é um dos nossos melhores diplomatas e analistas das políticas brasileiras e sua relação com as políticas mundiais. Publico aqui um artigo dele pois nos ajuda a entender onde estão os verdadeiros problemas que vão infelicitar o povo brasileiro especialmente os pobres. Meirelles foi por anos presidente do Conselho da J e F (de Joelsey) e daí foi para o Ministério da Fazenda. Por que ninguém lembra disso? Ele sabia, seguramente, das falcatruas  milhionárias dos irmãos Batista. Por que não é cobrado e convidado a prestar informações? Porque ele é a figura chave da política anti-povo que se quer implantar no Brasil, onde o Mercado é o grande agente e não o Estado. É bom termos referências sérias (Samuel possui uma extraordinária cultura, também humanísticas) que nos ajudam a entender as lógicas políticas e as tramas que se estão armando…

Ver o post original 659 mais palavras