ENQUANTO É NOITE EM MINHA’ALMA – Poemas – Poemas e Frases – Luso-Poemas

 

 

Fonte:
(Disponível no Banco de Imagens do Google)

 

 

ENQUANTO É NOITE EM MINH’ALMA

Sersank


Eu olho, enquanto sigo, a antiga sombra
que andeja no meu passo,
a sombra minha –
projeção de ser volante,
coisa entre as coisas que o tempo espezinha.

Arte a amoldar-se no fumo nas furnas,
crença a evolar-se do sangue na arena,
foge entre as pernas que dançam na noite,
mergulha nas águas que a guerra envenena.

Perdida no tropel dos séculos que avançam,
ressurge aqui e ali, num ou noutro país.
Ergue-se da estrada de Damasco.
Treme entre os lampiões de Auschwitz.

Acorre ao átrio do Templo de Delphos.
Queda ao pé da esfinge milenária.
Em tudo a encontro, me segue,
como se necessária.

Segue-me, inevitável.
Vara comigo a neblina.
Até que a noite em minh’alma
ao sol descerre a cortina.
Porque não projeta a sombra
o ser quando enxerga em círculo
e, por sua vez, ilumina.

(Poema do “Estado de Espírito”)

 

 

 

ENQUANTO É NOITE EM MINHA’ALMA – Poemas – Poemas e Frases – Luso-Poemas.

“Estado de Espírito”

http://sersank.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: